quinta-feira, abril 10, 2008

Os fósforos

Tem licença de isqueiro?
Não tenho, nem quero ter!

Se eu vivesse no tempo da licença de isqueiro, esta seria uma conversa viavel.
Os isqueros até são porreiros (pá). Principalmente aquele que também é cinzeiro e que tem forma tigre que deita lume pela boca e luz verde pelos olhos, mas os fósforos são muito mais .
Quando se trabalha com fósforos aprende-se a dar-lhes valor.
Há várias questões.
Quando se acende um fósforo para acender o fogão guarda-se o pau queimado. Porque serve para acender na boca que já está acessa para acender outra boca.
Ou quando se usa um fósforo para acender um cigarro (o que eu desaconselho), tenta-se acender os cigarros a toda a gente da esplanada só com esse fósforo. Para o aproveitar bem.

Os fósforos são um bom instrumento, portanto, para se aprender a não desperdiçar.
Depois, têm um cheirinho engraçado ao acender, e se forem de caixa, têm muita pinta.
Agora, aqueles de cera....Ná!

2 comentários:

Anónimo disse...

Não concordo Secas! Os de cera é que botam...ardem muito mais e são mais pequenos!! Mas melhor ainda é o facto de conseguires tirar a "cabeça" muito mais facilmente para fazer bombas!!

Muitas chaves "arrebentei" com cabeças de fosforos quando era puto..

(conheces? só precisas de fosforos de cera, uma chave de uma porta (oca por dentro), um cordel e um prego, e tens uma BOMBA!!


Eugenio

gsp disse...

Grande Secas. Ao referires-te aos isqueiros cometeste uma falha grave, que foi não falares do grande Moniz... Esse sim é que era o maior dos isqueiros.